Pra onde vai o nosso dinheiro? STJ desembolsou 3 milhões de reais para comprar 24 Ford Fusions 2018 para Ministros

Crise é para os fracos. Para os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a situação está no melhor dos mundos.

A instituição acaba de renovar a sua frota de veículos.

O STJ desembolsou 3 milhões de reais para comprar 24 Ford Fusions 2018.

Todos os veículos são automáticos, com banco de couro e todos os demais acessórios. Top de linha.

Os possantes são coisa fina. Cada unidade custou a bagatela de R$ 125 mil.

O conforto dos senhores togados em primeiro lugar.

Por isso que estamos nessa lama….

Empréstimos para Cuba e Venezuela previam que o Brasil assumiria dívida em caso de calote, constata o TCU

Os governos petistas atuaram frontalmente contra o povo brasileiro e em favor de países como Cuba, Venezuela e Moçambique, oferecendo empréstimos vultosos, com um seguro oferecido pelo governo brasileiro, para que em caso de não pagamento da dívida, o Brasil assumisse o calote.

A impressionante constatação foi feita pelo próprio Tribunal de Contas da União (TCU), revelando que os governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, durante o período compreendido entre 2003 e 2015, efetuaram cerca de 140 operações de crédito para outros países, com inúmeras manobras irregulares e com cláusulas visivelmente contrárias aos interesses da nação.

Questionado sobre o assunto, o então ministro das relações exteriores, Celso Amorim, que ficou no cargo de 2003 até 2010, justificou da seguinte forma:

‘Era um objetivo do governo aproximar o Brasil dos países africanos e latino-americanos.

Não era uma questão ideológica, era política.

Avaliamos que o país tinha muito a ganhar aumentando a presença nestes países, dentro da geopolítica mundial.

A aproximação econômica, concessão de empréstimos, era só uma das frentes de atuação’.

É muita hipocrisia…

OBRIGADO CAMINHONEIROS! Governo fará cortes na Saúde e Educação para garantir Diesel mais barato.

O ANTAGONISTA

O cancelamento de R$ 3,82 bilhões de dotações orçamentárias para viabilizar a redução no preço do diesel, acertada pelo governo federal com os caminhoneiros, atinge todos os ministérios, inclusive os da Saúde e Educação, informa o Valor.

Os valores já estavam contingenciados, mas agora foram cancelados – ou seja, mesmo que os recursos fiquem disponíveis no governo federal, eles não poderão mais ser usados.

Os cortes incluem um programa de fortalecimento do SUS, o Sistema Único de Saúde, e bolsas do Proies, programa de estímulo a instituições de ensino superior.

Sempre que o Brasileiro se manifesta o governo morde mais e mais… melhor deixar tudo como está, senão a coisa vai piorar cada vez mais….

Fachin defende a volta do Imposto Sindical. Ele quer que o trabalhador sustente os sindicalistas na marra

O ministro Edson Fachin entrou com tudo na luta pela volta do Imposto Sindical, para o Ministro é fundamental que o trabalhador sustente – mesmo contra sua própria vontade – a vida boa dos dirigentes sindicais.

O Imposto Sindical foi extinto durante a Reforma Trabalhista sob o comando do Deputado Paulo Eduardo Martins.

Diz a VEJA:

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou em despacho desta quarta-feira, 30, que, se o Plenário não julgar ação contra o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, analisará a possibilidade de conceder uma medida cautelar.

O tema está previsto para ser analisado pelos 11 ministros da Suprema Corte no dia 28 de junho. No despacho, Fachin sinaliza que é contrário à novidade introduzida pela reforma trabalhista.

Em 35 páginas, o ministro destaca os argumentos trazidos ao STF pelas instituições que buscam a volta da obrigatoriedade, ressalta que vê fundamento relevante para conceder a medida cautelar na ação e diz que há possível “enfraquecimento dos direitos sociais com a redução da capacidade de financiamento das atividades sindicais”.

“Como se depreende das informações trazidas pelos diversos amici curiae (amigos da Corte) é significativo o impacto das alterações legislativas nas atribuições constitucionais dos sindicatos”, afirma Fachin no despacho.

NINGUÉM MERECE!!

Moro acolhe pedido de Lula e impede contestação

Juiz da Lava Jato defere requerimento de defesa de ex-presidente para troca de testemunhas.

Nesta terça-feira (29/5), o juiz federal Sérgio Moro responsável pelas ações da Operação Lava Jato no Paraná, maior operação contra a corrupção no país, decidiu autorizar o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a substituir algumas testemunhas de defesa que prestarão depoimento pessoal junto ao magistrado.

A alteração se refere às reformas milionárias ocorridas no Sítio em Atibaia, interior de São Paulo, que é atribuído a Lula como fruto e corrupção.

O líder petista, que foi condenado pelo caso tríplex em Guarujá (SP), se encontra preso em cumprimento de pena desde o dia 7 de abril, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná.

Moro achou por bem conceder as substituições necessárias à defesa do petista.

Com a atitude, o magistrado suspenderá automaticamente possíveis questionamentos de advogados de Lula junto ao Judiciário. Desta feita, acolheu as alterações de Miriam Belchior, ex-ministra do Planejamento do governo Dilma, para a entrada de o cantor Gilberto Gil, que atuou como ex-ministro do petista na pasta da Cultura.

Neste caso, a juntada das substituições deverá ser imediata aos autos. O juiz autorizou ainda a recolocação de mais três testemunhas, caso houvesse interesse.

Entenda o que ocorreu
Na sexta-feira (25), o juiz Sérgio Moro desmarcou todos os depoimentos que seriam colhidos na manhã de segunda-feira (28) por causa da greve dos caminhoneiros e a falta de combustível que atingiu todo o país.

Ao justificar a decisão, ele citou a greve dos caminhoneiros, informando que o momento requer prudência e tranquilidade, uma vez que as incertezas foram predominantes nos últimos dias.

O juiz titular da 13ª Vara Criminal em Curitiba garantiu a ordem, aduzindo que o momento poderia favorecer episódios de violência. Dessa forma, os depoimentos foram reagendados para esta quarta-feira (30), pois o movimento dos caminhoneiros não oferece riscos o retorno às atividades acontecerá de forma gradativa, finalizou o despacho confirmando a audiência.

Sítio em Atibaia
O Sítio em Atibaia, em São Paulo, se tornou a terceira ação em que o ex-presidente Lula é réu pela Operação Lava Jato. Conforme as alegações das construtoras OAS, Odebrecht e Schahin, foi gasto o equivalente a R$ 1,02 milhão em reformas na propriedade em troca de facilidades em contratos com a Petrobras, junto ao governo federal. Parte das despesas teria sido paga também pelo pecuarista José Carlos Bumlai, amigo particular de Lula.

O sítio foi adquirido no fim do ano de 2010 pelos amigos Jonas Suassuna e Fernando Bittar, mesma época em que Lula deixava o segundo mandato de presidente da República. O petista nega participação no esquema de corrupção e afirma que nunca recebeu vantagens indevidas (propina) das empreiteiras.

Em outro processo em desdobramento da Lava Jato, Lula é réu em ação penal que apura a compra de um terreno em São Paulo. A área seria utilizada pelo petista para a construção da nova sede do Instituto Lula, com valor estimado de R$ 12 milhões.

Há ainda de um apartamento no mesmo condomínio de sua residência oficial, na cidade de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O valor para o imóvel foi estimado em R$ 504 mil, também a título de vantagens indevidas patrocinadas pela Odebrecht, segundo as investigações do Ministério Público Federal.

Recorde Mundial! Em apenas um dia, Fachin negou 35 Habeas Corpus para Lula.

Em um só dia, o ministro Edson Fachin, relator dos processos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou 35 habeas corpus em nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba em razão de condenação na Lava-Jato.

Todos eles foram apresentados por pessoas que não fazem parte da defesa de Lula, mas queriam vê-lo solto. O mais antigo desses habeas corpus é de 16 de abril, sete dias depois de Lula ter se entregado à Polícia Federal (PF). O mais recente é de 22 de maio. As decisões foram tomadas na última segunda-feira.

Fachin destacou que, embora seja possível qualquer pessoa apresentar um habeas corpus em nome de outra, isso é relevante quando preso não tem advogado. Esse não é o caso de Lula. Assim o ministro destacou que “deve ser prestigiada a atuação da defesa constituída” pelo ex-presidente.

SEGUNDA INSTÂNCIA – O entendimento vigente no STF é de que condenados em segunda instância, como Lula, podem ser presos antes de seus recursos serem julgados em cortes superiores. Mas Fachin não chegou a tratar desse ponto em sua decisão.

Desde que o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava-Jato na primeira instância, decretou a prisão de Lula, em 5 de abril, o STF já tinha negado outros 23 habeas corpus feitos por terceiros em nome do ex-presidente. Deles, 12 foram rejeitados por Fachin. Outros dez foram indeferidos pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

Houve ainda um que caiu com o ministro Alexandre de Moraes, que também rejeitou o pedido. Há ainda um habeas corpus não julgado até agora, no gabinete do ministro Marco Aurélio Mello.

Na terça-feira, houve mais um habeas corpus em nome de Lula, negado no mesmo dia por Fachin.

SEM ÊXITO – A própria defesa de Lula também já apresentou alguns pedidos de liberdade no STF. Até agora não obteve êxito. O primeiro chegou à Corte antes mesmo da prisão. O objetivo era garantir que ele pudesse recorrer da condenação na Lava-Jato aos tribunais superiores em liberdade. Mas Fachin negou o pedido. Depois o ministro mandou o caso para julgamento no plenário do tribunal, que, por seis votos a cinco, manteve sua decisão. Após a ordem de prisão, a defesa recorreu mais duas vezes, mas Fachin voltou a dizer não.

Em janeiro deste ano, Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre e responsável pela Lava-Jato na segunda instância. Com isso, elevou a pena de nove anos imposta anteriormente por Moro pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Em março, o TRF4 negou um recurso da defesa. No começo de abril, o STF negou um habeas corpus, abrindo caminho para a decretação da prisão. Em 11 de maio, a Segunda Turma do STF, por unanimidade, negou novo recurso apresentado pela defesa. Lula está detido desde o dia 7 de abril na carceragem da PF em Curitiba.

Senadora Grazziotin em vídeo infame apela para Gilmar: “Ministro solta o Lula” (Veja o Vídeo)

É cara de pau ou é insanidade?

A senadora amazonense Vanessa Grazziotin perdeu totalmente a compostura. Em vídeo gravado neste feriado (31) ela se dirige diretamente ao ministro Gilmar Mendes e pede para que ele solte Lula.

Para tanto, a recalcada usa como exemplo o caso envolvendo o operador do PSDB, Paulo Preto.

A sociedade brasileira, ao contrário da senadora do PCdoB, pensa diferente. Os homens e mulheres de bem querem outra coisa para o Brasil. Queremos todos os corruptos presos.

A soltura de um bandido, jamais poderá justificar a soltura de um outro, mormente quando este já está condenado e cumprindo pena.

Toma vergonha senadora!

São por posicionamentos como esse que a senhora dirá adeus ao senado, pois certamente não será reeleita.

Abaixo, veja o vídeo:

Lula deixa o cárcere no próximo dia 21 de junho

É verdade! Após o cumprimento de 75 dias de sua pena, fixada em 12 anos e 1 mês, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixará a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso, para depor em outro processo criminal em que é acusado de crimes cometidos contra o povo brasileiro.

Uma outra ‘saidinha’, que estava prevista para o dia 29 de maio, quando ia depor como testemunha de defesa do ex-governador Sérgio Cabral Filho, acabou não acontecendo. Foi cancelada pelo juiz Sérgio Moro, em razão da greve dos caminhoneiros.

A nova saída prevista foi requerida pelo juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília e agendada pela juíza Gabriela Hardt, substituta do juiz Sérgio Moro.

A ação penal refere-se ao processo em que Lula é réu por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e associação criminosa envolvendo a compra dos caças suecos pelo Brasil durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff.

Lulelo, o filho caçula de Lula, também é réu e tudo indica que brevemente estará fazendo companhia ao pai no xilindró.

Cada um traça o seu próprio destino…

Lula optou por uma terceira idade assim: cadeia, fórum, cadeia novamente.

Suplementos vitamínicos são inúteis, aponta estudo. A maioria dos multivitamínicos não garante benefícios à saúde, segundo os cientistas

Nova revisão de dados e ensaios publicados entre janeiro de 2012 e outubro de 2017 constatou que grande parte dos multivitamínicos populares não apresenta vantagem real para a saúde.

O estudo, publicado pelo Journal of American College of Cardiology, mostrou ainda que não há evidências de que tomar essas medicações realmente diminua os riscos de doença cardiovasculares, como ataque cardíaco, AVC ou morte prematura. “Ficamos surpresos ao descobrir tão poucos efeitos positivos dos suplementos mais comuns que as pessoas consomem”, disse David Jenkins, principal autor do estudo, ao Science Alert.

Vitaminas A e D, e cálcio

Os suplementos vitamínicos e minerais são amplamente vendidos como essenciais para a dieta das pessoas, especialmente aquelas que têm uma rotina agitada e não conseguem ingerir a quantidade diária necessária para garantir uma vida saudável.

No entanto, os pesquisadores do Hospital Saint Michael e da Universidade de Toronto, ambos no Canadá, revelaram que os polivitamínicos de vitamina C – usualmente associada ao combate a gripes e resfriados – e vitamina D – importante para manter o equilíbrio mineral do corpo -, assim como os suplementos de cálcio – comumente conhecidos por melhorar a saúde óssea – não prejudicam a saúde, mas tomá-los não traz nenhum benefício aparente.

Apesar disso, os pesquisadores lembram que, como a vitamina D é muito difícil de ser obtida por meio da alimentação, caso um indivíduo apresente deficiência desse nutriente, os suplementos podem ser eficazes. As pessoas também podem conseguir parte da quantidade essencial dessa vitamina através da exposição ao sol, mas sempre seguindo a orientação de um médico.

Para o combate aos efeitos do resfriado ou da gripe, a recomendação é o zinco – encontrado em alimentos como frango, castanha e espinafre – e não a vitamina C.

O estudo demonstrou também que a niacina, uma forma de vitamina B3, e os antioxidantes foram associados a um maior risco de morte por qualquer causa. Os cientistas comentaram que esses riscos, embora pequenos, podem estar relacionados aos efeitos adversos da niacina nos níveis de açúcar no sangue. Já os prejuízos oferecidos pelos antioxidantes só aparecem se tomados em altas doses.

Ácido fólico e complexo B

Entretanto, o estudo apresentou evidências de que o ácido fólico e as vitaminas do complexo B que contêm esse ácido podem reduzir o risco de doença cardiovascular e acidente vascular cerebral (AVC).

“Essas descobertas sugerem que as pessoas devem estar conscientes dos suplementos que estão tomando e garantir que elas sejam aplicáveis às deficiências específicas de vitaminas ou minerais que foram aconselhadas por seus profissionais de saúde”, disse Jenkins.

A melhor orientação, contudo, é manter uma dieta variada para obter os nutrientes necessários para garantir uma boa saúde. “Até agora, nenhuma pesquisa sobre suplementos nos mostrou algo melhor do que porções saudáveis de alimentos vegetais menos processados, incluindo vegetais, frutas e nozes”,concluíram os pesquisadores.

7 coisas que você jamais deve fazer num hotel. Há limites para o que podemos ou não fazer em hotéis, seja por educação, higiene ou bom senso

Quem não gosta de dormir numa boa cama de hotel?

Não precisa nem ser dos mais luxuosos, mas a verdade é que parece que há algo de diferente _e quase mágico_ no ar quando dormimos em um quarto de hotel.

Talvez seja pelo que ele represente (quase sempre significa que estamos de férias e prestes a fazer coisas empolgantes), ou pelo cheiro diferente de nossa casa ou até mesmo pelos mimos que recebemos (cama sempre feita, quarto arrumadinho e, em alguns casos, tem até chocolatinho nos esperando no criado mudo). Impossível não amar.

Mas, apesar de ser “nossa casa longe de casa”, há limites do que podemos ou não fazer num quarto de hotel. Seja por educação, para evitar ter que ir para a cozinha do hotel lavar pratos para pagar a conta (exagero!) ou mesmo por higiene há uma série de senões que devemos ficar atentos quando nos hospedamos em um hotel. São eles:

1. Jamais esqueça de colocar o aviso “não perturbe”

Esta vale tanto para quando estamos no quarto ou quando estamos ausentes e não queremos que ninguém entre em nosso “ninho”. Tem coisa mais desagradável do que ser surpreendido por uma camareira sem aviso? Ok, elas (quase) sempre batem na porta antes de entrar, mas às vezes é tão rápido que não temos tempo nem de entender o que está acontecendo. Quando você está vendo TV ou fazendo a mala no quarto ok. O problema é quando estamos tomando banho ou dormindo, por exemplo. Para evitar incômodos, sempre que chego num quarto de hotel já saco minha plaquinha e ponho na porta. Ah, mas vale lembrar que se você for usar este expediente quando estiver fora é sempre bom tirar o aviso por algum tempo para que você não corra o risco de ficar com o quarto sujo o dia todo.

2. Jamais abuse do frigobar

A não ser que dinheiro não seja um problema para você, fique longe daquela geladeirinha mágica. Por que pagar trêsm quatro vezes o valor de uma água se você pode comprar sua própria garrafinha quando estiver na rua? Isso para não falar no preço dos chocolates, amendoins e, meu deus, das bebidas alcóolicas. Fique longe! E muita atenção se você quiser usar a geladeira para guardar suas próprias coisas porque alguns hotéis mais modernos têm sensores no frigobar e basta você tirar uma latinha do lugar para ser cobrado por ela. Sei disso porque até hoje espero o reembolso de um hotel por ter “cometido este crime” .

3. Jamais deixe objetos de valor ‘largados’

Não quero acusar ninguém de nada, peloamor. Mas dizem que a ocasião faz o ladrão. Então pra que correr o risco desnecessariamente? Evite dores de cabeça e sempre deixe seus objetos de valor, jóias e dinheiro guardados no cofre ou mesmo dentro da mala. Eu geralmente coloco minhas coisas na mala e tranco com o cadeado. Vale para computadores, tablets, passaportes e afins.

4. Jamais abra a porta sem ver quem é

Pode parecer óbvio mas não é. Se estamos em casa jamais abrimos a porta sem dar uma espiadinha no olho mágico. Mas basta estarmos em um hotel para esquecermos deste “detalhe”. Mesmo que você esteja esperando o serviço de quarto ou pedido um jogo a mais de toalhas, sempre confira quem está batendo à sua porta. Por mais seguro que seu hotel seja, nunca se sabe quem passa pelos corredores ou se hospeda no quarto ao lado…

5. Jamais coloque suas coisas direto na bancada do banheiro

Se você tem mania de chegar no banheiro do hotel e colocar todos os itens de sua necessaire direto na bancada é melhor pensar duas vezes antes de fazer isso. Segundo uma pesquisa do site TravelMath, elas são uns dos locais mais sujos de hotéis. Ou seja, melhor colocar em cima de uma toalha, manter na própria necessaire ou passar um lencinho daqueles antibacterianos. O mesmo vale para o “inofensivo” controle remoto da televisão…

6. Jamais cozinhe se não houver cozinha

Não invente de cozinhar macarrão instantâneo na chaleira elétrica ou esquentar o pão com o ferro de passar roupa se seu quarto de hotel não for equipado com uma cozinha. Você pode não só causar um acidente como ainda ser multado por estragar propriedades do hotel. Há várias opções se você quiser evitar o serviço caríssimo de quarto: peça um delivery, traga algo pronto para o quarto ou ligue para a cozinha do hotel e peça ajuda para esquentar o pão ou cozinhar seu miojo. O máximo que pode acontecer é eles dizerem que não podem te ajudar.

7. Jamais use a varanda ou janela como varal

Pode até ser engraçado ver aquelas roupas todas penduradas nas janelas em Nápoles, mas nada de repetir a ideia em seu quarto de hotel. Tá, entendo que você tenha sujado aquela roupa que tanto quer usar e que você não queira pagar os olhos da cara para lavar no hotel. Mas nada de pendurar para fora do quarto. Que tal usar o box do banheiro para isso? Muitos hotéis, inclusive, têm espécies de varais retráteis dentro da banheira para que você possa estender suas roupas.