Arquivo da categoria: PoliticaMente

URGENTE: PF investiga publicações em rede social com ameaças de morte a Sérgio Moro

A Polícia Federal, no Paraná, investiga ameaças ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, após ele não acatar a ordem de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinada pelo desembargador Rogério Favreto, plantonista do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), no domingo (8). Uma série de publicações em rede social, feitas a partir do domingo, hostilizam e buscam intimidar o magistrado.

O juiz federal Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio, reuniu algumas dessas ameaças e publicou em seu Twitter. São oito postagens publicadas no domingo, dia em que Lula quase foi solto por ordem do desembargador plantonista do TRF4 — que é ex-filiado do PT e com histórico de trabalho nos governos do partido.

Todos os perfis compilados por Bretas falam sobre “matar o Moro”. “Não é possível q o PT não tenha um assassino de aluguel pra matar o Sérgio Moro”, afirma um deles.

“Alguém precisa matar o Sérgio Moro”, diz outro.

As investigações da PF correm em sigilo, em procedimento já aberto anteriormente. Não é a primeira vez que Moro sofre ameaças. Desde 2016 ele anda com escolta armada. Naquele ano, a PF investigou ameaças semelhantes feitas na internet, que pregavam atos de violência contra o juiz.

Desde então, ele abandonou o carro e a bicicleta como meios de transporte para ir ao trabalho e demais compromissos — que também sofreram alterações. Voltou a andar em carro blindado e acompanhado de escolta armada sempre que sai de sua residência — em um bairro residencial de classe média de Curitiba.

Há dez anos, quando condenou o traficante carioca Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, o magistrado também viveu sob proteção de agentes federais e policiais civis. Sua escolta hoje é formada por agentes de segurança judiciária da Justiça Federal do Paraná e da Polícia Federal.

Rogério Favreto mandou soltar o ex-presidente duas vezes pela manhã e durante a tarde. O desembargador alegou “um fato novo” — a pré-candidatura do petista.

A PF não cumpriu a ordem de Favreto para soltar Lula, sob alegação de que estava esperando por uma definição sobre a liberdade ou a manutenção da prisão de Lula.

A primeira decisão do desembargador foi derrubada pelo relator da Lava Jato, João Pedro Gebran Neto. As duas ordens de soltura perderam efeito, por decisão do presidente da Corte, Thompson Flores.

Lula está preso desde 7 de abril na PF, em Curitiba. O ex-presidente foi condenado pelo Tribunal da Lava Jato a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex.

Nesta terça-feira (10), os juízes federais, por meio de sua principal entidade — a Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) —, defenderam a “independência judicial” e criticaram os ataques a juízes da Lava Jato. O texto não cita nominalmente Lula, mas se refere inteiramente ao imbróglio do domingo.

Os magistrados afirmam que a atuação da Justiça Federal em processos criminais que envolvem agentes públicos ou políticos acusados de corrupção “é isenta e imparcial, não havendo razão para se estranhar decisões que condenem e prendam pessoas consideradas culpadas, independentemente do poder ou condição econômica e social”.

Depois que a ordem de soltura de Lula foi revogada, lideranças partidárias atacaram a Justiça. “É inadmissível que magistrados, no exercício das funções constitucionais, sejam alvos de ataques pessoais, provenientes de figuras públicas ou de dirigentes de partidos políticos”, disse a Ajufe.

PF SUJA O CAPACHO DE TEMER: Marun atuava no Ministério do Trabalho fazendo uso de uma “laranja”

Integrantes do Ministério do Trabalho atropelavam exigências legais e fabricavam pareceres fraudulentos para atender pedidos do ministro Carlos Marun. É o que diz o relatório da Polícia Federal divulgado neste sábado (14) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Quando a operação Registro Espúrio foi desencadeada, o ministro sustentou que nunca havia pisado no Ministério do Trabalho. É possível. A emissária de Marun no órgão era a sua chefe de gabinete Vivianne Lorenna de Melo e uma ‘laranja’, Jéssica Mattos.

Segundo a Folha, ‘as demandas constam de mensagens trocadas pela assessora com servidores do ministério em maio deste ano, dias antes de a Operação Registro Espúrio ser deflagrada’.

‘O então coordenador-geral de Registro Sindical, Renato Araújo, repassava os pedidos a uma aliada, Jéssica Mattos, que não tinha vínculo com a pasta. Os dois foram presos na primeira fase da operação, dia 30 daquele mês.’

‘Mesmo sem ser servidora, segundo os investigadores, era ela a responsável por produzir manifestações consideradas pela PF como fraudulentas para entidades que -possivelmente ofereceram vantagens indevidas – a Marun.

A PF conseguiu surpreender diversos casos em que a chefe de gabinete solicitava vantagens, sempre usando a tal ‘Jéssica’ como ‘laranja’.

Num dos casos elencados como exemplo pela PF, Renato Araújo envia a Jéssica cópia de email com as demandas da chefe de gabinete, nas quais ela solicita a concessão de um registro sindical para o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal e Ministério Público da União no MS (Sindjufe-MS).

Na sequência, pergunta qual nota técnica ela estaria fazendo. Jéssica responde estar com o caso do Sindjufe, “quase pronto”. “Falta eu decidir o que escrever para justificar”, afirmou.

Ela explica que o processo estava incompleto, pois faltavam publicações em jornais de grande circulação e no Diário Oficial da União (DOU).

“O teor do diálogo revela o que foi comprovado nesta investigação. As manifestações são ‘fabricadas’ de modo a atender interesses privados, com diuturna ofensa aos princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade”, interpretou a PF.

“No caso sob análise, Jéssica admite que a entidade não havia cumprido requisito exigido pela legislação, mas que estaria pensando numa solução para atender à demanda de Vivianne”, acrescentou.

Ações de busca e apreensão contra Marun e Vivianne foram requeridas pela PF, mas indeferidas pelo ministro Edson Fachin que, naquele momento, entendeu que ‘os indícios eram insuficientes’.

Porém, com a análise do material colhido na busca e apreensão de outros investigados, as investidas espúrias de Carlos Marun estão ficando evidentes.

DESESPERO DE UMA MARIA: Rosário na frente do TRF-4 desanda a dizer besteiras, asneiras e disparar ofensas (Veja o vídeo)

A deputada Maria do Rosário perdeu totalmente a sanidade ou é realmente uma completa ‘idiota’.

Nesta sexta-feira (13) ela usou um microfone e desandou a falar coisas totalmente desconexas em frente ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

A mulher não consegue desenvolver um raciocínio lógico. Algo ultrajante.

Em meio a um palavreado chulo, totalmente sem sentido, ofende o juiz Sérgio Moro.

Uma coisa realmente horrível.

Quem quiser constatar, é só ver o vídeo abaixo.

O namoro do ano: Gleisi e Garotinho. Eles se merecem, e serão felizes para sempre, na cadeia!

Gleisi Hoffmann e Anthony Garotinho estão enamorados.

O ex-governador já propôs compromisso.

Bom de gogó, bom de blefe e bom de mentira, ele topa fazer de sua campanha a governador do Rio de Janeiro um foco de defesa incondicional do ex-presidente Lula, informa Lauro Jardim, em O Globo.

A contrapartida seria o apoio do PT a sua candidatura.

Esta semana, Gleisi e Garotinho foram vistos caminhando pelos corredores do senado.

O caso parece ser sério.

Para o PT, basta esquecer o rótulo que lhe foi dado pelo próprio Garotinho em 1999, quando disse que o PT era o ‘partido da boquinha’.

Nesse caso, falou a verdade.

Faltou completar: da boquinha e da propina.

Como será o nome do filho deles?

GUERREIRA: Raquel Dodge ORDENA aposentadoria compulsória de Rogério Favreto, o fiasco da lei

A PGR Raquel Dodge solicitou ontem, ao STJ, abertura de inquérito pelo crime de prevaricação contra o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

No pedido, Dodge afirma que o magistrado pressionou a Polícia Federal para soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seguindo sua decisão emitida no Domingo passado, dia 8.

Ela diz que o desembargador se dirigiu “à autoridade policial, fixando prazo em horas para que cumprisse sua decisão, chegando a cobrar pessoalmente ao telefone o seu cumprimento”.

E mais:

“As notórias e estreitas ligações afetivas, profissionais e políticas do representado com o réu, cuja soltura ele determinou sem ter jurisdição no caso,

explicam a finalidade de sua conduta para satisfazer interesses pessoais e os inexplicáveis atos judiciais que emitiu e os contatos que fez com a autoridade policial para cobrar urgência no cumprimento de suas decisões”,

argumenta.

ACABOU PEIXINHO! Ciro, o falastrão, era “Senhor Sardinha” na lista de propina da Odebrecht. Candidatura foi pro saco!

Quem diria, o falastrão Ciro Gomes também está na lista da Odebrecht e com um sugestivo apelido: Sardinha.

A revelação é do jornal ‘Folha de S.Paulo’ que analisou mais de duas mil listas de pagamentos

que fazem parte do acervo de 76 mil páginas apresentadas pela Odebrecht no âmbito da colaboração premiada assinada com o Ministério Público Federal.

As tais planilhas da Odebrecht contabilizam subornos e propinas, através de transferências com recursos do caixa dois da empresa.

O material foi todo disponibilizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A reportagem afirma, ainda, que depoimentos e documentos da Lava Jato deixam sem explicação cerca de 600 codinomes. Os 20 maiores beneficiários não identificados somam mais de R$ 100 milhões recebidos.

Ciro teria sido contemplado com inúmeros depósitos.

E agora Sardinha?

FIM DA LINHA: Checagem de horários comprova conduta criminosa de Favreto

Parece que está esclarecida a questão de que os três deputados petistas que ingressaram com o Habeas Corpus em favor do meliante Lula e o desembargador petista, agiram em conluio, criminosamente, visando burlar a lei e a ordem, tentando efetivamente aplicar um golpe na Justiça.

Para tanto, basta constatar a checagem de horários em que Favreto concedeu a ordem, com o horário da chegada de dois elementos do ‘trio pateta’ na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

O despacho de Favreto entrou no sistema do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, às 9h05 de domingo.

Wadih Damous e Paulo Teixeira estavam na sede da PF para soltar Lula às 8h30.

Ficaram aguardando. Quando receberam o aviso de que a concessão do HC já estava no sistema, pediram para falar com os policiais.

O plano só não deu certo porque o delegado da PF não era um petista e resolveu se certificar sobre a ilegalidade da decisão.

VERGONHA:: PT faz chacota com o Judiciário e protocola no STJ mais 264 pedidos de HC para Lula

O ridículo da tática é do tamanho da mediocridade dos defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Numa ação orquestrada, o partido utilizou ‘militontos’ para ingressar com mais 264 ações de Habeas Corpus em favor de Lula.

Todos os pedidos possuem as mesmas alegações, numa demonstração de que foram feitos em série.

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, nesta quarta-feira (11), quando indeferiu outros 143 HCs idênticos, sustentou que as petições não tinham “nenhum substrato jurídico adequado” e que o recurso não pode ser usado como um “ato popular”.

A manifestação da ministra contra esse tipo de pedido em massa, pareceu não arrefecer o ânimo dos petistas.

É lamentável.

Brasileiro indignado escorraça Gilmar em Lisboa: “Muito obrigado por F**** nosso país!” (veja o vídeo)

O linchamento moral nas ruas de Lisboa vem tornando-se rotina na vida do ministro do STF, Gilmar Mendes.

Em mais um vídeo que circula pelas redes sociais, outro cidadão brasileiro, indignado com suas pixotadas, falta de escrúpulos e decisões inconsistentes sem bases jurídicas legítimas,

aborda o magistrado nas ruas da capital portuguesa e afirma que ele é a razão de ter deixado o Brasil.

Há menos de um mês, outro brasileiro inconformado fez ameaças ao ministro afirmando que o iria “caçar” nas ruas de Lisboa.

TIRO NO PÉ: “Golpe do Plantonista” compromete diretamente a posse de Dias Toffoli na presidência do STF (Veja o Vídeo)

O PT está alvoroçado com o resultado da patacoada protagonizada pelo seu desembargador aloprado Rogério Favreto no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Alinhados ao Juiz Sérgio Moro estão os magistrados do TRF-4, a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e a Procuradoria Geral da República.

Para além de ter causado grande constrangimento e repulsa em todas instâncias do Poder Judiciário,

a tentativa de golpe do domingo pode ter prejudicado imensamente a defesa do passista de quadrilha Luiz Inácio da Silva,

vulgo “Lula”, que ainda será julgado em seis ações (por enquanto!) pelo mesmo Tribunal que hoje vê-se no olho de um furacão gestado pela organização
criminosa.

E mais: Favreto pode ter comprometido diretamente a posse do reprovado Dias Toffoli à chefia do Supremo Tribunal Federal em setembro.

Ou alguém realmente acredita que o Povo Brasileiro dormirá tranquilo sabendo que mais um petista aloprado que não passou nos concursos para a Magistratura vai assumir a cadeira máxima da Suprema Corte e passará a integrar a linha sucessória da Presidência da República Federativa do Brasil?

Segue o enterro…