FINALMENTE JUSTIÇA: Ministério Público Federal do Rio denuncia Mantega e Graça Foster por prejuízos irreparáveis à Petrobras

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Ministério Público Federal do Rio entrou com uma ação civil pública por improbidade administrativa em razão da condução da política de preços da gasolina e do diesel.

O Ministério Público Federal do Rio entrou com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e a ex-presidente da Petrobras Graça Foster. O motivo foi em razão da condução da política de preços da gasolina e do diesel em detrimento do interesse da própria companhia. Os valores foram utilizados para controlar a inflação nos anos de 2013 e 2014.

Além de Mantega e Graça Foster, a ação inclui outros envolvidos como Francisco Roberto de Alburquerque, Luciano Coutinho, Marcio Pereira Zimmermann, José Maria Ferreira Rangel e Miriam Belchior, todos ex-integrantes do Conselho de Administração da Petrobras.

De acordo com o MPF, parte dos membros do Conselho de Administração da Petrobras à época, sobretudo aqueles indicados pelo governo federal, deliberaram em diversas oportunidades, entre o final de 2013 e outubro de 2014, por manter uma política de retenção de preços dos combustíveis e a defasagem em relação ao mercado internacional.

Ainda segundo o MPF, isso se deu mesmo o Conselho tendo sido alertado pela Diretoria da Companhia sobre a necessidade de concessão de reajustes e de convergência com os preços internacionais para o equilíbrio econômico-financeiro da estatal e manutenção dos investimentos, inclusive no pré-sal. À época, a ex-presidente Dilma Rousseff tentava a reeleição.

“Em realidade, eles atuavam segundo orientação do governo federal, que intentava segurar a inflação, tendo em vista as eleições presidenciais de 2014”, destacam os procuradores da República Claudio Gheventer, Gino Augusto de Oliveira Liccione, André Bueno da Silveira e Bruno José Silva Nunes, autores da ação.

Somente na primeira reunião após as eleições em outubro de 2014 é que o Conselho de Administração, sob a presidência do então ministro da Fazenda Guido Mantega, deliberou por recomendar à Diretoria Executiva o aumento dos preços da gasolina e do diesel.

Condenação do governo

Na ação, o MPF pretende ainda a condenação do governo, de forma subsidiária, ao ressarcimento dos danos causados à Petrobras por abuso de poder, enquanto acionista controladora da estatal, em razão do uso indevido da Companhia para fins de combate à inflação.

Ainda segundo apontou o MPF na ação, “estima-se que essa política de retenção de preços, que provocou grande defasagem entre o preço de importação da gasolina e do diesel e o preço de venda desses produtos no mercado interno, causou um prejuízo de dezenas de bilhões de reais, sendo, junto com as perdas sofridas em razão da corrupção que assolou a Companhia, desvendada pela Operação Lava Jato, uma das causas da grave crise financeira enfrentada pela Petrobras nos dias atuais”, concluem os procuradores.


A postagem continua.....

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

:) Receba as novidades no seu Facebook!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Leia mais 5554 postagens na página inicial



CGI.br lança Guia “Internet, Democracia e Eleições”. Saiba o que é verdade ou mentira na Internet!

NOTA 1000! Em plano de governo, Bolsonaro fala em retaguarda jurídica para policiais

ISSO É APOIO! Imagens com inscrição “Bolsonaro 2018” em lavouras são verdadeiras

SEM RABO PRESO! Empresários surpresos após Bolsonaro rejeitar doações financeiras

Bolsonaro reage aos ataques que vem sofrendo da grande mídia e solta o verbo nas redes sociais

Lula publica artigo no NYT e diz que sua prisão é a “última fase de um golpe da direita”

REVISTA ISTOÉ CHAMA BOLSONARO DE ‘CANDIDATO FAKE’ E ‘CHECA’ OS ARGUMENTOS DO FUTURO PRESIDENTE

Bolsonaro lidera corrida presidencial em pesquisa divulgada pela Record

Cabo Daciolo vai a monte jejuar, ataca Illuminati se compara a Enéas e diz: “Eles vão tentar me matar”

SALVE GUERREIRO: Após condenação em 2º grau, Moro manda prender cúpula da Mendes Júnior

Guido é réu, o mais repugnante da era PT. Já devia estar preso há muito tempo…

Alexandre Garcia fulmina: “Lula no debate seria uma aberração” (Veja o Vídeo)

Preso sai no Dia dos Pais, assalta, sequestra mulher para fugir da polícia e mata 2 em acidente de trânsito

URGENTE: Ponte cai na Itália e deixa pelo menos 20 mortos. Ministro do transporte italiano afirmou: ‘uma tragédia imensa’.

Procura por armas dispara no Brasil, e número de baleados cresce. Em 2017, foram mais de 10 mil aquisições

NO TOPO AGORA!