Investigados no ‘quadrilhão do PMDB da Câmara’ tentam fugir de Moro e ficar no STF

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Quem teve o caso enviado para o juiz Vallisney, de Brasília, também preferem continuar sendo processados no STF

O que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e o banqueiro André Esteves têm em comum, além de serem investigados no inquérito que apura a existência de uma organização criminosa que desviou dinheiro público?

Nenhum deles quer que o processo seja enviado para o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato na primeira instância. Cunha e Geddel, que estão presos, pedem mais: que o inquérito deles fique parado no Supremo Tribunal Federal (STF) enquanto não acabar o mandato do presidente Michel Temer, que vai até 1º de janeiro de 2019.

Em 31 de outubro, o ministro Edson Fachin, relator do caso no STF, mandou para Moro as investigações relacionadas a Cunha, a Geddel, ao ex-presidente da Câmara Henrique Alves (PMDB-RN) e ao ex-deputado e ex-assessor presidencial Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Também determinou que tivessem o mesmo destino os “demais não incluídos na denúncia”, caso de Esteves.

Cunha, Geddel e Esteves alegam que os casos deles têm ligação com os fatos que continuam no STF, ou seja, a investigação referente ao presidente Michel Temer e aos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco.

Assim, devem ficar na mais alta corte do país ou, ao menos, devem ser enviados para a Justiça Federal de Brasília, onde os supostos crimes teriam ocorrido e onde já haveria outras investigações semelhantes. Mas não querem nem ouvir falar de Curitiba.


A postagem continua.....

Em setembro, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou sete políticos do PMDB por organização criminosa: Temer, Padilha, Moreira, Cunha, Geddel, Alves e Rocha Loures. O inquérito é chamado informalmente de “quadrilhão do PMDB da Câmara”. Os casos e Temer, Padilha e Moreira, pelos cargos que ocupam, tinham que passar primeiro pelo crivo da Câmara dos Deputados, que não deu autorização para o prosseguimento da denúncia. Por isso essa parte da investigação está parada.

Na mesma decisão que mandou parte do inquérito para Moro, Fachin determinou que a investigação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, e Ricardo Saud, executivo da companhia, por obstrução de justiça seguisse para o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. Assim como os outros investigados não querem saber de Moro e preferem ficar no STF, os dois também gostariam de permanecer na corte.

Ex-ministro Geddel Vieira Lima foi preso após a PF apreender R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador – Ailton de Freitas / Agência O Globo 08/09/2017 – Ex-ministro Geddel Vieira Lima chega a s

A defesa de Cunha argumentou que as supostas condutas criminosas atribuídas a ele “estão umbilicalmente relacionadas às dos denunciados com foro por prerrogativa de função”.

Depois, concluiu: “Dessa forma, a cisão dos casos evidentemente iria implicar não só prejuízo ao esclarecimento dos fatos, assim como usurpação de competência deste egrégio Supremo Tribunal Federal e desrespeito à negativa de autorização por parte do Congresso Nacional”. Segundo a defesa, esperar até a saída de Temer do cargo para retomar a investigação de Cunha não trará risco de prescrição.

Esteves alegou que as as acusações são inverdades das quais “hoje ninguém duvida”. Assim, pediu primeiramente o arquivamento. Se isso não for possível, aí sim solicita a continuidade da investigação no STF. “Não tendo sido trazido aos autos, ao cabo de quase dois anos de investigação, qualquer indício de participação de André Esteves nesse mal delineado crime de organização criminosa, seu nome deve ser de pronto excluído do rol de investigados”, escreveram os advogados do banqueiro.

A defesa de Geddel disse que as acusações do Ministério Público Federal (MPF) contra ele são absurdas e representam “uma reprovável e infrutífera tentativa de transformar a atividade política, legitimamente exercida por este recorrente, ao longo de tantos anos, investido pelo voto popular, em prática criminosa”.

Tem que compartilhar! Use o whatsapp também!

Leia mais 5382 postagens

:) Participe no nosso Facebook!

NO TOPO AGORA!

Leia mais 5382 postagens




AGORA – URGENTE: LULA PASSA MAL POR FALTA DE ÁLCOOL E VAI PARA HOSPITAL DO SUS
Coluna: Humor



URGENTE: PF investiga publicações em rede social com ameaças de morte a Sérgio Moro
Coluna: PoliticaMente



PF SUJA O CAPACHO DE TEMER: Marun atuava no Ministério do Trabalho fazendo uso de uma “laranja”
Coluna: PoliticaMente



DESESPERO DE UMA MARIA: Rosário na frente do TRF-4 desanda a dizer besteiras, asneiras e disparar ofensas (Veja o vídeo)
Coluna: PoliticaMente



O namoro do ano: Gleisi e Garotinho. Eles se merecem, e serão felizes para sempre, na cadeia!
Coluna: PoliticaMente



GUERREIRA: Raquel Dodge ORDENA aposentadoria compulsória de Rogério Favreto, o fiasco da lei
Coluna: PoliticaMente



ACABOU PEIXINHO! Ciro, o falastrão, era “Senhor Sardinha” na lista de propina da Odebrecht. Candidatura foi pro saco!
Coluna: PoliticaMente



‘Tô de boa com meu chifre, mas você vai aprender!’ Mulher é indiciada por divulgar nudes de nova namorada do ex
Coluna: Comportamento, Policial



FIM DA LINHA: Checagem de horários comprova conduta criminosa de Favreto
Coluna: PoliticaMente



VERGONHA:: PT faz chacota com o Judiciário e protocola no STJ mais 264 pedidos de HC para Lula
Coluna: PoliticaMente



Brasileiro indignado escorraça Gilmar em Lisboa: “Muito obrigado por F**** nosso país!” (veja o vídeo)
Coluna: PoliticaMente



TIRO NO PÉ: “Golpe do Plantonista” compromete diretamente a posse de Dias Toffoli na presidência do STF (Veja o Vídeo)
Coluna: PoliticaMente



COM AS BOLAS NO LUGAR CERTO: Petista travestido de magistrado será punido, garante ação de Raquel Dodge
Coluna: PoliticaMente



MUNDO CÃO MOVIDO A CIFRÃO: Resgate dos meninos da Tailândia pode render ao menos dois filmes
Coluna: Pelo Mundo



Laurita complica Gilmar. Presidente do STJ atira em ação orquestrada para soltar Lula e acerta em juiz que alimenta a indústria dos habeas corpus.
Coluna: PoliticaMente



TUDO NOVAMENTE: Temer pode vetar anistia a multas a caminhoneiros, diz Marun. OU SEJA, O BRASIL PARAMAIS UMA VEZ
Coluna: PoliticaMente



Câmara banca viagens de petistas para visitar Lula na prisão. Deputados emitiram passagens para Curitiba com verba do mandato
Coluna: PoliticaMente



Impotente: O medo de Temer é perder Marcela. De cadeia, o presidente diz que não tem
Coluna: PoliticaMente



Campanha Nacional é desencadeada para impedir a eleição de Toffoli na presidência do STF (Veja o Vídeo)
Coluna: PoliticaMente



DESESPERO: Presidente do STJ diz que tribunal não é ‘balcão de reivindicação’ e nega mais 143 pedidos de liberdade a Lula
Coluna: PoliticaMente

Leia mais 5382 postagens