NOTA 1000! Em plano de governo, Bolsonaro fala em retaguarda jurídica para policiais

Em programa de governo, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, propõe que “policiais sejam protegidos por uma retaguarda jurídica garantida pelo Estado através do excludente de ilicitude”, ou legítima defesa.

Em documento divulgado nesta terça-feira (14), Jair Bolsonaro apontou:


Enquanto a esquerda está preocupada com as mortes associadas a ações policiais, segundo a Ordem dos Policiais do Brasil (OPB), foram mortos 493 policiais em 2016! Em 2017 esse total subiu para 552 e, infelizmente, tudo indica que teremos ainda mais policiais mortos em 2018.

E acrescentou:

São heróis nacionais que tombaram e foram esquecidos pelos atuais governantes nesta guerra do Brasil! Um dos compromissos será lembrar o nome de cada um desses guerreiros! Suas famílias serão homenageadas e cada um desses heróis terá seu nome gravado no Panteão da Pátria e da Liberdade!

Segundo Bolsonaro, policiais “precisam ter certeza de que, no exercício de sua atividade profissional, serão protegidos por uma retaguarda jurídica” –o excludente de ilicitude.

O deputado federal sustentou:

Nós brasileiros precisamos garantir e reconhecer que a vida de um policial vale muito e seu trabalho será lembrado por todos nós! Pela nação brasileira!