A CASA CAIU! Palocci desesperado resolve falar tudo sobre a morte de Marisa e Celso Daniel. Lula está definitivamente perdido…

Compartilhe essa notícia!

Antonio Palocci, já foi considerado um “traidor” segundo os petista e diante disse Palocci pretende tirar todo o fardo que esta sobre seus ombros e entregar tudo que sabe antes que seja tarde demais.

Palocci afirma ter provas concretas que podem complicar muito mais a situação de Lula com relação a morte de Dona Marisa e seu patrimônio de caixa 1, 2 3 mil…

Ele pretende contar tudo e ate mesmo entregar documentos de grande importância em troca de segurança, pois ele afirma estar correndo um grande risco, por saber demais.

Ele também afirma que a morte do ex-prefeito de Santo André foi ocasionada por uma discórdia e foi a partir disso que Celso Daniel decidiu entregar tudo que sabia, até as armações mais perigosas da quadrilha ao qual participava, ao qual pagou com sua própria vida.

Palocci afunda o PT. Revela em delação premiada a trilha do dinheiro e aniquila os ex-presidentes Lula e Dilma, além de Gleisi Hoffmann

Na primeira vez em que ficou frente a frente com o juiz Sergio Moro, em abril de 2017, o ex-ministro e ex-todo-poderoso do PT Antônio Palocci já completava sete meses na cadeia.

A recente delação afundou ainda mais Lula e sua turma…

Foi quando resolveu dar o primeiro passo em busca de um acordo de delação premiada. Ao final de seu interrogatório como réu da Lava Jato, Palocci mandou um recado: “Eu tenho informações para mais de um ano de Lava Jato e entrego tudo: operações realizadas, nomes, endereços”. Desde então, Palocci foi condenado a 12 anos de prisão, denunciado mais três vezes pelo Ministério Público Federal e teve sucessivos pedidos de habeas corpus negados pela Justiça. Agora, Palocci foi preso em 26 de setembro de 2016….

A perspectiva de não sair tão cedo da cadeia levou-o ao desespero: emagreceu dez quilos e mergulhou em depressão profunda. Por isso, resolveu escancarar seu explosivo baú de confidências à Polícia Federal.

ISTOÉ apurou que a delação contém elementos suficientes para dinamitar o PT, partido que ele ajudou a fundar.

Suas revelações, feitas em longos depoimentos à PF em abril, envolvem principalmente os ex-presidentes Lula e Dilma, a quem acusa de práticas de corrupção estratosféricas. “A delação de Palocci destrói o PT”, diz um delegado da PF que participou das oitivas do ex-ministro.

O roteiro está concluído e deve servir de base, nas próximas semanas, para novas condenações dos protagonistas do esquema. Como coordenador das campanhas que elegeram Lula e Dilma, Palocci detalhou à PF como eles usaram e abusaram de recursos das empreiteiras, desviados da Petrobras, para financiar as milionárias campanhas eleitorais e também utilizar o dinheiro sujo para o enriquecimento pessoal.

E tudo armado dentro do gabinete presidencial no Palácio do Planalto.


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe essa notícia!